sexta-feira, 2 de junho de 2017

HISTÓRIA DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MG

A Assembleia de Deus em Belo Horizonte teve início em 17 de Março de 1927, quando Clímaco Bueno Asa chegou a capital mineira e realizou o primeiro culto pentecostal em sua residência, um casa alugada na Rua Peçanha, no bairro Carlos Prates. O Missionário Clímaco, como ficou conhecido, era boliviano de naturalidade e comerciante de profissão, tendo se convertido ao evangelho em 1913, no Estado do Pará, ouvindo uma pregação do Missionário Gunnar Vingren, um dos fundadores da Assembleia de Deus no país. Com a pregação do evangelho, muitas pessoas se converteram e os cultos passaram a ser realizados nas casas dos novos crentes até que, 15 de Janeiro de 1929, a igreja adquiriu um imóvel na rua Uberlândia, n 620 e inaugurou um pequeno templo construído pelos irmãos, que passou a abrigar a sede da igreja. No ano de 1930, o missionário sueco Nils Kastberg chegou a Belo Horizonte, passando a auxiliar nos trabalhos evangelísticos e assumindo, em 02 de Agosto de 1931 a direção da igreja, com a mudança do missionário Clímaco para o interior do Estado. Já no ano de 1932 foram consagrados os primeiros obreiros nacionais em Belo Horizonte, dentre o quais o presbítero Gil Braz Santilhano e o pastor José Alves Pimentel. Como a igreja já não tinha capacidade de abrigar os crentes, foi realizada uma duplicação do templo.

Após dois anos e meio de intenso trabalho, o missionário Nils Kastberg passou a direção da igreja para seu colega sueco Missionário Algot Svensson. Na época a igreja ja contava com diversos pontos de pregação e algumas congregações entre elas a de Venda Nova e Santa Efigênia. O Missionário Algot Svensson assumiu o trabalho no fim de 1933 e, muito dinâmico, solidificou a igreja em Belo Horizonte. Em 1935 efetuou o registro da igreja legalizando-a  como pessoa jurídica, com a denominação  de Sociedade Evangélica Assembleia de Deus. No ano de 1944, a igreja adquiriu um terreno no centro da cidade, à rua São Paulo, e em 1950, iniciou a construção do templo que ainda hoje, abriga a sede da igreja. Nessa época, vário obreiros foram consagrados e o trabalho no interior do Estado começa a florescer, sendo que os obreiros faziam longas viagens, ora a cavalo, ora a pé para dar assistência aos crentes no interior. As cidades de Bom Despacho, Corinto, Caratinga e Pirapora foram às primeiras cidades do interior a conhecerem o evangelho pleno. Em 1953, o Estatuto da igreja sofreu a primeira alteração, mudando a denominação da instituição para Igreja Evangélica  Assembleia de Deus. Em 13 de maio de 1956 foi inaugurado a novo templo sede da igreja. Em 1958, o missionário Algot Svensson viajou de férias para a Suécia e lá faleceu. Os obreiros nacionais já existentes na igreja indicaram para a sucedê-lo o seu co-pastor, Anselmo Silvestre, que com a aprovação da igreja, assumiu a direção do ministério. 

Desde então, o saudoso pastor Anselmo Silvestre presidiu a igreja por mais  de meio século, que em 1979 sofreu a nova mudança de denominação, passando a ser chamada Assembleia de Deus. Ele priorizou a descentralização  do trabalho, com a aquisição de imóveis tanto na capital como no interior do Estado e a construção de templos para a realização de cultos. Muitas frentes de evangelização  foram realizadas, com cruzadas evangelísticas, concentrações e outros eventos que difundiram  o Evangelho, fazendo da Assembleia de Deus uma das maiores igrejas  no Estado. Na área administrativa, o pastor Anselmo Silvestre remodelou a igreja , criando departamentos e Comissões a fim de dar suporte aos desenvolvimento das atribuições eclesiásticas.

Segundo dados da COMADEMG, a Assembleia de Deus em MG, possui hoje, cerca de 12 mil templos, 7.500 pastores e ao menos 400 mil membros. Só o ministério de Belo Horizonte, conta hoje com 50 regionais, 500 templos e uma estimativa de 42 mil membros na capital e em algumas cidades metropolitanas.

Nota do Púlpito Pentecostal: Atualmente, A Assembleia de Deus - Ministério de Belo Horizonte, é presidida pelo pastor Simoni Hélio de Morais, que preside o ministério desde 01 de Julho de 2015, quando foi eleito por ocasião da assembleia extraordinária com 84% dos votos válidos, sucedendo o pastor Moisés Silvestre, neto do saudoso pastor Anselmo Silvestre, que na ocasião, renunciou.

Fonte: Jornal Semeando Benção. página 03, Edição Junho, 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário